Recentemente noticiámos um entendimento entre Juncker e Trump no sentido de retomar as negociações de um acordo de comércio e investimento entre os EUA e a União Europeia:

«Parece inconcebível que a nova versão do TTIP seja mais perniciosa e ameaçadora para o ambiente, equidade social, direitos laborais, direitos humanos, bem-estar animal e outros valores fundamentais que a anterior. No entanto, Trump destaca-se pela sua capacidade de tornar concebível o inconcebível, no que diz respeito a brindar a humanidade com desfechos catastróficos. E a UE parece pronta a ceder: soja geneticamente modificada e gás extraído por fractura hidráulica são dois dos atentados ao ambiente que já foram negociados entre Juncker e Trump.»

Novos desenvolvimentos vêm alimentar o receio de uma “ressurreição” do TTIP: Trump acaba de anunciar ao Congresso que vai iniciar negociações com a UE, Japão e Reino Unido para um novo tratado comercial.

Parece que o TTIP II vem a caminho… a menos que os cidadãos o consigam travar.