Covid 19: uma transformação a maneira que estávamos acostumados a viver

Desde que a nova pandemia chegou ao mundo em 2019, nossas vidas foram transformadas drasticamente. Sem pedir e sem esperar, fomos obrigados a acostumar-nos a viver de uma forma muito diferente e limitada, a liberdade que um dia estávamos acostumados.

O mundo foi obrigado a reservar-se para visitar a família, pois poderíamos ser responsáveis pela morte de algum de nossos parentes, principalmente estes que são considerados mais vulneráveis. Tivemos que cancelar nossos planos de viagens, as festas em família e evitar qualquer evento social onde muitas pessoas estariam presentes. Fomos obrigados a cancelar festas culturais em todo o mundo por pelo menos 2 anos consecutivos, como o carnaval e São João no Brasil e festas de folclore em todo o mundo. 

Com certeza os impactos negativos foram muito mais notáveis, no entanto também fomos dado a oportunidade de nos reinventarmos, de descobrir maneiras alternativas de gerar renda e pudemos provar a nós mesmos que juntos somos capazes de superar momentos difíceis e adaptar-nos a diversas circunstâncias.

Restrição de viagens

Desde o começo da pandemia foi descoberto que viajar é um dos principais responsáveis pela transmissão do vírus Covid-19, assim como para suas variantes sucessoras. Devido a facilidade de viajar que o mundo moderno nos trouxe, quando uma nova cepa é descoberta, em questão de poucos dias ou semanas já se pode notar a rápida manifestação em todo o planeta.

Muitas pessoas e linhas aéreas perderam uma grande quantidade de dinheiro, mas não existia outra forma de frear a disseminação do vírus e assim evitar a morte de mais pessoas.

Cada país estabeleceu novas regras de viagens para turistas com intenção de entrar, e até mesmo para residentes poderem voltar a seu próprio país. Estas restrições são alteradas a cada dia, a depender da situação de saúde do país de origem do turista, assim como o local de destino. Hoje em dia, a maioria dos países já solicitam a vacina obrigatória, como forma de ajudar a diminuir os casos de infecção, assim como a quantidade de pessoas hospitalizadas.

Responsabilidade com a saúde mental

Como humanos, somos dependentes de uma vida sociável com aqueles que amamos, para assim manter uma boa saúde mental. Desde que fomos induzidos a estar em quarentena e limitados a visitar parentes queridos, foi-se notado um grande aumento nos casos de pessoas com problemas psicológicos, tanto por falta de uma vida social, como pela abstinência de aproveitar mais tempo ao ar livre.

É muito recomendado que, apesar dos riscos de sair de casa, cada um busque estar em contato com sua família e amigos, mesmo que virtualmente, assim como dedicar um tempo do seu dia para estar a luz do sol, fazer uma caminhada ao ar livre em um local que não seja frequentado por tantas pessoas, e fazer esportes. Todos estes mencionados acima são responsáveis por nossa felicidade e nos ajudam a manter uma boa saúde mental.

Uma oportunidade a reinventar-nos

Como o velho ditado diz, “quem não aprende por bem aprende por mal”, nunca fez tanto sentido como está fazendo neste período. Muitos de nós tiveram que fechar seus estabelecimentos devido a falta de clientes, ou risco de contaminação, assim como muitos também perderam seus empregos.

A economia mundial foi fortemente abalada e muita gente ficou prejudicada por um efeito dominó. No entanto, muitos de nós também pudemos descobrir novos talentos que ainda não havíamos colocado em prática, assim como muitos também puderam criar seus próprios negócios.

Seja quem começou a fazer quentinha para entregar pela primeira vez, doces e bolos para encomendas, tornar-se massagista particular, todos estes seres criativos são realmente guerreiros. Viver neste período forçou a muita gente a descobrir talentos e inventar oportunidades de negócio ao invés de ficar reclamando. Estas são oportunidades únicas que nos fazem ser donos do nosso próprio negócio e quem sabe uma oportunidade de ter um novo sucesso.